Presença de cisto pode significar que é um câncer?

Os cistos são estruturas muito comumente encontradas em exames de imagens, principalmente no ultrassom pélvico ou ultrassom transvaginal e seu aparecimento causa certo desconforto e ansiedade na mulher.

O cisto para ser mais bem compreendido pode ser comparado a um balão preenchido com líquido, ou seja, o cisto é uma estrutura composta por uma cápsula externa que envolve um conteúdo geralmente líquido ou semi-líquido.

Os cistos podem ser funcionais (estrutura normal do corpo humano) ou podem ser decorrentes de situações médicas não normais (estrutura que não faz parte da anatomia normal), neste último caso significam a presença de um problema de saúde ou doença e podemos ter cistos benignos (não é câncer) e cistos malignos (câncer).

Estatisticamente temos os cistos funcionais como: comuns (aparecem em um grande número de pacientes); os cistos benignos como: eventuais (aparecem em um número pequeno de mulheres); e os cistos malignos como: raros (seu aparecimento é raro);

Resumindo: “na presença de um cisto as chances desse cisto ser funcional são muito grandes, as chances de esse cisto ser um cisto benigno associado a um problema de saúde são pequenas e as chances desse cisto ser maligno e representar a presença de um tumor (câncer) são raras.

Cistos podem aparecer em quase todo o corpo (são mais comuns no aparelho ginecológico feminino) e os aspectos específicos relacionados ao tipo de cisto podem variar de um órgão para outro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário ou faça uma pergunta! Sua opinião é muito importante para nós!